Leo Bezerra destaca ações da gestão municipal em conferência internacional para enfrentamento ao tráfico de crianças e adolescentes

Durante a Conferência Internacional para Enfrentamento ao Tráfico e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, nesta segunda-feira (18), o vice-prefeito Leo Bezerra destacou as ações da Prefeitura de João Pessoa nesse tema e disse que a gestão municipal faz parte de uma rede se proteção, em parceria com outros órgãos. O evento acontece até esta terça-feira (19), na Academia de Polícia Civil (Acadepol), com organização da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e participação de integrantes do Serviço Secreto dos Estados Unidos, através do Departamento Federal de Investigação (FBI).

Uma dessas ações em conjunto, de acordo com o gestor, são as centrais de monitoramento de câmaras, da Prefeitura e Governo do Estado, que compartilham imagens de equipamentos e espaços públicos para atuação das ações de segurança. O vice-prefeito também lembrou do trabalho que vem sendo desenvolvido nas escolas municipais, onde, além do monitoramento, a Prefeitura também conta com sistema de reconhecimento facial.

“A Prefeitura tem feito um trabalho incansável, não só no monitoramento das crianças, mas também de todo o aparato tecnológico que nós estamos montando, reformando a nossa Guarda Municipal, em parcerias com o governo do Estado, em parceria com o Ministério Público. Eu tenho certeza que é dessa forma que a gente vai construir o futuro dessa cidade. Não é só colocar câmeras, não é só monitorar, e sim aprender, trazer informações, receber o governo americano aqui, o FBI, e todos aqueles que entendem também e trocarem informações”, afirmou o vice-prefeito.

O objetivo da Conferência é buscar o aperfeiçoamento de profissionais na área dos Direitos Humanos, desenvolver habilidades para identificar e coibir atuação de tráfico de mulheres, além de incentivar a denúncia aos canais oficiais sobre crimes deste tipo, voltado para conselheiros tutelares, policiais das esferas civil, militar e federal, além da rede de proteção às crianças e adolescentes.

“Na verdade, essa é uma ação da Prefeitura de João Pessoa, de todas as suas secretarias, que atuam na defesa da criança e adolescente, com as nossas ações de educação, com as nossas ações de direitos humanos, as nossas ações de desenvolvimento social. Então, esse é um conjunto de ações que é rotina nossa da Prefeitura e que, hoje, a gente fortalece aqui, com a integração de outros segmentos”, explicou a secretária de Desenvolvimento Social, Norma Gouveia.

O evento conta com a presença de órgãos nacionais e internacionais, incluindo o Serviço Secreto dos Estados Unidos, Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e Polícia Civil da Paraíba. Além da Conferência, nesta terça-feira (19), acontece um curso voltado para o público específico, com temas como a identificação de documentos que foram falsificados que possam ser utilizados para tráfico de crianças e adolescentes e workshop especial para gestores com técnicas para checagem de segurança de passaportes.

“A gestão pública municipal, liderada pelo prefeito Cícero Lucena e pelo vice-prefeito Leo Bezerra, tem tido um olhar muito especial para as nossas crianças, desde as ações que estão sendo desenvolvidas, através da Secretaria da Educação, dentro das escolas, das creches, garantindo a segurança, melhoria da qualidade do ensino e levando a tecnologia para dentro da educação. Também, através da Secretaria de Direitos Humanos e da Cidadania, através do secretário João Corujinha, num trabalho de cada vez mais humanizar os nossos serviços através de nossos Centros de Referência a Assistência Social (Crais)”, afirmou o secretário de Gestão Governamental, Diego Tavares.

O diretor de ensino da Acadepol, delegado Pedro Ivo, disse que o evento representa um marco para esse tema, aqui na Paraíba. “Trazendo pessoas que têm conhecimento específico na área, que têm expertise, têm trabalhos realizados para dividir esse conhecimento, somar as ações com os órgãos públicos, que agem no combate a preventivo e também na ação de investigação, relacionadas a esse tipo de crime. Então é uma iniciativa muito louvável e eu parabenizo a Secretaria de Desenvolvimento Social do Município. A Acadepol estará sempre de portas abertas para receber eventos dessa natureza”, afirmou.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais