Profissionais do Hospital Municipal Santa Isabel participam de curso no Instituto do Albert Einstein

Profissionais do Hospital Municipal Santa Isabel participam de curso no Instituto do Albert Einstein

Profissionais do Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI), vinculado à Rede Sentinela, participaram do curso ‘Qualidade e Segurança em Saúde com Simulação Realista’, em São Paulo, promovido pelo Instituto de Ensino do Hospital Israelista Albert Einstein em Parceria com o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS).  

Profissionais do Hospital Municipal Santa Isabel participam de curso no Instituto do Albert Einstein

Durante 8 horas e meia, os profissionais do HMSI puderam vivenciar, na prática, questões envolvendo a cultura de segurança do paciente, com apresentação de vários estudos de casos, onde os profissionais tentavam construir, juntos, a resolução dos problemas apresentados.  

“Vivenciamos, na prática, situações do dia a dia dos Núcleos de Segurança dos Pacientes (NSPs). As simulações realísticas permitem uma imersão no problema e buscar alternativas simples e viáveis para garantir a segurança dos nossos pacientes e colaboradores. Voltamos cheios de ideias para trabalhar com os nossos funcionários e assim proporcionar melhorias para os nossos pacientes”, explicou a nutricionista Danielly de Moraes Santos Chiappetta, que coordena o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do Hospital Santa Isabel.  

Daniela foi uma das quatro profissionais do HMSI que participaram do curso, realizado na terça-feira (3). As outras participantes foram a médica Mariana Gama, coordenadora da UTI IV; a enfermeira Lenice Bernardo, que integra o NSP, e a enfermeira Leide Carvalho, que coordena a Gerência de Enfermagem do Santa Isabel.  

Metas de segurança do paciente – Objetivando oferecer melhor assistência em um ambiente cada vez mais seguro para pacientes e profissionais de saúde, o Hospital Municipal Santa Isabel trabalha diariamente com as seis metas de segurança do paciente preconizadas mundialmente. São elas: identificação do paciente; comunicação efetiva; cirurgia segura; medicação segura; higienização das mãos e prevenção de Infecção relacionada à assistência à saúde (IRAS); e prevenção de quedas e de lesão por pressão (LPP).    

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais