Banda Samba D’Kriouluz vai embalar público com chorinho, samba de raiz e partido alto

Banda Samba D’Kriouluz vai embalar público com chorinho, samba de raiz e partido alto

O Sabadinho Bom deste final de semana apresenta a Banda Samba D’Kriouluz. Além do chorinho, o grupo vai levar do samba raiz ao partido alto, numa tarde repleta de boa música. Jackson do Pandeiro e Jovelina Pérola Negra são apenas alguns dos nomes que serão lembrados. O evento é realizado pela Fundação Cultural de João Pessoa na Praça Rio Branco, Centro da cidade, é gratuito e começa ao meio-dia.

“A força do Sabadinho Bom talvez resida em duas coisas, a capacidade que os nossos artistas de música, sobretudo do samba e do choro, têm de cativar o público e também a possibilidade que a Funjope e a Prefeitura encontraram de ofertar à cidade de João Pessoa um ambiente de tranquilidade e capaz de acolher o público”, observa o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Para ele, o Sabadinho Bom é hoje uma experiência socioantropológica no sentido de que está sendo feito ali mais do que um evento cultural. “Estamos construindo ali um ambiente de encontro e de troca de experiências das pessoas, dos moradores e dos turistas, e isso com desdobramento para a área econômica porque o evento acaba mobilizando uma economia em torno do Centro Histórico”, acrescentou.

“Para nós que fazemos parte do Samba D’Kriouluz, o Sabadinho Bom é uma iniciativa esplendorosa que faz parte do calendário cultural da capital de todos paraibanos. Agora, teremos a satisfação de, pela primeira vez, fazer parte dessa história cultural no projeto Sabadinho Bom com expectativa de um grande show”, ressalta Edes Barbosa, vocalista e percussionista da banda.

Ele conta que os músicos prepararam um repertório recheado de muitos chorinhos, samba de raiz, samba-canção, partido alto, relembrando alguns ícones da cultura do samba nacional. “Será um show irreverente, cheio de novidades, montado especialmente para o Sabadinho Bom”, declara.

A banda Samba D’Kriouluz vai reunir canções que passeiam pelas composições de Jackson do Pandeiro, como Comadre Sebastiana e Cabo Tenório; Martinho da Vila, com Mulheres, É Devagar, Felicidade. Também entram no repertório nomes como Alcione, Jovelina Pérola Negra, Bezerra da Silva, sem contar os chorinhos com arranjos do mestre Edilson do Sax. A banda vai apresentar ainda algumas músicas autorais.

Além de Edes Barbosa nos vocais e percussão, compõem a banda os músicos Wellington Melo, na voz e cavaco; Idálcio Ferreira, conhecido por Índio Viola; Rodrigo Morais, na percussão; Rafael Morais, no pandeiro; Fábio Santos, o Fábio Batera; Edilson Pequeno, no sax.

“Temos a expectativa de um grande público, muitos que nos acompanham em eventos na cidade. Queremos satisfazer as pessoas com os nossos ritmos e musicalidade. Iremos interagir com todos, descer do palco e dançar muito com o público. Será um show envolvente. Aguardem”, avisa Edes Barbosa, que convida o público para acompanhar a apresentação. “Vamos nos divertir, dançar muito, cantando junto nosso repertório. Venham sentir de perto o calor do Samba D’Kriouluz”, completa.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais