Boletim Médico do Hospital de Trauma de João Pessoa e Reflexões sobre a Criminalidade

12 de outubro de 2023

Hoje, 12 de outubro de 2023, recebemos um boletim médico do Hospital de Trauma de João Pessoa que nos traz uma preocupante reflexão sobre a crescente criminalidade que assola nossa região. Enquanto a polícia trabalha incansavelmente para manter as ruas seguras, prendendo armas e drogas e retirando criminosos de circulação, enfrentamos um desafio significativo relacionado à legislação vigente, que muitas vezes permite que esses elementos retornem à criminalidade.

Nossos elogios vão para excelentes profissionais como o Comandante Geral, Sergio Fonseca, os comandantes dos batalhões e o Comandante da Região Metropolitana, Coronel Pablo, que têm conduzido diversas operações para combater o crime. No entanto, a fragilidade da legislação tem deixado esses guerreiros de mãos atadas, prejudicando os esforços para reduzir a criminalidade.

Segue o boletim médico do Hospital de Trauma de João Pessoa:

Paciente W. DE S.N., 26 anos: Vítima de ferimento por arma de fogo, procedente de Bayeux. O paciente foi conduzido por ambulância do SAMU e passou por procedimentos médicos de emergência. Atualmente, encontra-se em observação na Cirurgia Geral, com quadro clínico estável.

Paciente A.S. DA S.S., 23 anos: Vítima de ferimento por arma de fogo, procedente de Bayeux. O paciente também foi conduzido por ambulância do SAMU e passou por procedimentos médicos de emergência. Foi transferido para o Ortotrauma-Mangabeira com quadro clínico regular.

Paciente C.P. DA S., 50 anos: Vítima de ferimento por arma de fogo, procedente de Bayeux. A paciente foi conduzida por ambulância do SAMU, passou por procedimentos médicos de emergência e, após período de observação, recebeu alta hospitalar às 06h45.

Criança de 08 anos: Vítima de ferimento por arma de fogo, procedente de Bayeux. A paciente foi conduzida por ambulância e passou por procedimentos médicos de emergência. Atualmente, encontra-se internada na UTI-Pediátrica em estado grave.

Este boletim médico nos lembra da necessidade de uma abordagem mais abrangente para combater a criminalidade, que inclui não apenas a ação policial, mas também a revisão e o fortalecimento das leis para garantir que aqueles que escolhem o caminho do crime sejam devidamente responsabilizados, evitando que voltem a ameaçar a segurança da comunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais