Cícero Lucena compartilha experiências da gestão municipal em painel sobre políticas públicas

A experiência de uma educação mais tecnológica, com vagas para todos, programas sociais de inclusão das crianças por meio do esporte e cultura, além da garantia de microcrédito que permita o empreendedorismo. Essas são ações que estão presentes na cidade de João Pessoa e que foram compartilhadas pelo prefeito Cícero Lucena, durante o painel Políticas Públicas na Promoção de Oportunidade para a Favela, neste sábado (23), no segundo dia da Expofavela Inovation, no Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em Tambauzinho.

O gestor esteve ao lado da secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Pollyanna Dutra, numa conversa mediada pelo presidente global da Central Única das Favelas (Cufa), Preto Zezé. Cícero Lucena iniciou destacando que a parceria da Prefeitura com o Governo do Estado tem permitido a Capital avançar em inúmeras áreas e, em seguida, elencou as políticas que estão conectadas com as oportunidades geradas para a população no contexto onde a favela também está inserida.

“Estamos avançando para promover uma educação onde a tecnologia é aliada dos estudantes, com uso de computadores, para que os alunos cheguem no ensino estadual preparados. Além disso, a reforma das nossas unidades de ensino, proporcionando mais conforto e condições de aprendizado, nossas creches em tempo integral, com condições para os pais trabalharem enquanto nós cuidamos. Os programas do Balé Bolshoi, Campeões do Amanhã, com oportunidades para as crianças desenvolverem seus talentos. O Procon Vai às Aulas, dando noções de empreendedorismo aos alunos, além do Eu Posso, oferecendo microcrédito para as pessoas gerarem renda”, destacou o prefeito.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Pollyanna Dutra, reforçou que o Governo do Estado tem sido parceiro da Prefeitura e falou no papel do Estado como um todo, na geração de oportunidades para a população. “Nós esperamos que o cidadão chegue ao Estado, mas o Estado tem que chegar ao cidadão, porque o cidadão já esperou muito tempo por essa oportunidade, pelo menos por esse momento mais igual de negócios entre alguém que está fazendo uma pequena ação na favela, mas um empreendedor nesse momento que precisa se conectar com melhores iniciativas, ideias, e a gente precisa entender tudo isso”, observou.

O prefeito também apresentou, na prática, o stand da Secretaria Municipal de Educação na Expofavela Inovation, com as salas Google e Espaços Make, que os alunos da Rede Municipal de Ensino utilizam no ambiente escolar, para terem um ensino aliado ao uso da tecnologia. Nesse local, o gestor mostrou ao presidente global da Cufa o aparato digital, com mesinhas de jogos pedagógicos, óculos virtuais, peças lego, que permitem os estudantes se desenvolverem no campo das inovações.

“Estava falando para o prefeito sobre o novo repertório que está sendo produzido aqui em João Pessoa. Estamos vendo gente de favela, gente reunida. É um lugar bacana, é um lugar gostoso. Uma galera reunida, falando de negócios, de educação. Existe um outro Brasil aí, outro olhar para ser exercitado para as favelas, que não é só dificuldade de repulsa, de caridade, mas principalmente de investimento e potência”, afirmou o presidente global da Cufa, Preto Zezé.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais