Cícero Lucena diz que Centro de Referência do Artesanato será espaço para projetos em parceria da Prefeitura com o Governo do Estado

O prefeito Cícero Lucena disse que o Centro de Referência do Artesanato Paraibano (Crap), inaugurado na manhã desta quinta-feira (21), na Capital, será um espaço para a Prefeitura de João Pessoa realizar projetos em parceria com o Governo do Estado, que gerem renda e promova a identidade do artesanato local. O equipamento fica na Avenida Odon Bezerra, em Tambiá, num casarão antigo, que agora servirá como um laboratório permanente de inovação e design.

“Eu acho sempre importante você construir a identificação dos problemas e buscar soluções com parceiros. E, segundo esse esforço nessa área de cultura, que vem junto com a economia também, de gerar oportunidade de renda, é algo que tanto a Prefeitura, o Governo do Estado e também o Sebrae têm um olhar muito importante, desde a oportunidade da qualificação, novos produtos, intercâmbio e divulgação. Uma licença importante para uma cadeia que respeita a criatividade, a cultura, mas também que gera renda. Então, fico muito feliz nessa parceria junto com o governo do Estado e o Sebrae e temos certeza que estamos no caminho certo”, ressaltou o prefeito Cícero Lucena.

O governador João Azevêdo disse que o equipamento é fruto de uma construção entre grandes parceiros, citando a Prefeitura de João Pessoa. “Se ontem nós estávamos lançando a questão dos eventos dos esportes, a Prefeitura estava junto, se hoje nós estamos inaugurando o Centro de Referência do Artesanato, a Prefeitura está junto, fortalecendo essa parceria. Aqui, o artesão vai poder preparar seus produtos, apresentar, discutir e trocar experiência com outros colegas. Tem uma sala pra ele receber o consumidor que queira fazer negócio”, destacou.

Parceria – O artesanato na Capital fica mais fortalecido com o Centro de Referência do Artesanato Paraibano, equipamento construído pelo Governo do Estado, que terá a Prefeitura de João Pessoa presente. Entre as ações, o local vai abrigar O Laboratório de Inovação e Design para o Artesanato Competitivo (Labin) – um ambiente para a realização conjunta de projetos e atividades de capacitação, criação, promoção e desenvolvimento integral e sustentável do artesanato e da arte popular paraibana.

O objetivo é fomentar o artesanato como atividade econômica sustentável e de inclusão social e produtiva, contribuindo no fortalecimento e promoção do segmento artesanal, como gerador de ocupação e renda. A Prefeitura Municipal de João Pessoa, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), é responsável pela gerência técnica e coordenação.

Dentre as atividades propostas pelo laboratório, já foi lançada uma programação gratuita de capacitações para artesãos. Até o final de novembro, serão oferecidos oitos cursos, todos eles realizados no auditório do Crap.

Centro de Referência do Artesanato – Em um só espaço, o artesão paraibano vai poder contar com um local de atendimento, sala de reunião, sala de capacitação, além de abrigar a Federação do Artesanato e a Curadoria do Artesanato Paraibano, além de um escritório onde os clientes, mediante agendamento prévio, serão atendidos. A estrutura dispõe ainda de um auditório, que homenageia a mestra Toinha do Labirinto, destinado a eventos de capacitação e uma sala destinada à curadoria

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais