Controladoria Geral do Município de João Pessoa é destaque em transparência na revista da CGU

Controladoria Geral do Município de João Pessoa é destaque em transparência na revista da CGU

A Controladoria Geral do Município de João Pessoa (CGM-JP) é destaque em transparência pública na Revista da Controladoria Geral da União (CGU) lançada, nesta quinta-feira (28) em Lisboa (Portugal), durante a conferência ‘Administração pública no espaço lusófono: diálogos, desafios e oportunidades’. A publicação de nº 28 trouxe como tema especial a atividade de auditoria e controle nos países de língua portuguesa.  

Nesta edição, a CGU abordou a experiência da Controladoria Geral do Município de João Pessoa no enfrentamento à Covid-19, com o artigo escrito por Regina Santos, Severino Queiroz e Adriana Vasconcelos. A revista tem como título ‘Dossiê especial Auditoria Interna Governamental – análise, discussão e perspectivas no espaço lusófono’, que traz uma entrevista do diretor da Inspeção-Geral de Finanças, Renato Felisberto Pinho Marques, que é a autoridade de auditoria em Portugal.   

O controlador geral do Município de João Pessoa, Diego Fabrício Albuquerque, destacou a importância do reconhecimento dos órgãos externos de auditoria e controle.  “Ter o reconhecimento dos órgãos externos de controle é um indicativo das boas práticas do trabalho incansável dos servidores da Controladoria e Transparência em prol de uma gestão transparente e de enfrentamento à corrupção. O reflexo desse cenário é colhido pela sociedade”, destacou.  

Albuquerque completou ainda ressaltando que o trabalho da CGM-JP é pautado no cuidado com o cidadão pessoense. “Trabalhamos em prol de uma efetiva administração pública em respeito aos contribuintes e os recursos arrecadados para a cidade, exercendo um papel de controle e auditoria educativa e fiscalizadora”, acrescentou.    

O auditor federal de Finanças e Controle da Controladoria Geral da União na Paraíba, Severino Queiroz, destacou a evolução do trabalho da CGM-JP. “Falar sobre a criação, reestruturação, aprimoramento e consolidação das atividades de controle interno desenvolvidas pela Controladoria Geral de João Pessoa sempre foi e é uma enorme alegria, pois tudo foi fruto de um processo construído em parceria com o chefe do Poder Executivo municipal, com as secretarias-executivas integrantes da estrutura da CGM-JP, os servidores da carreira de auditoria e demais integrantes da equipe, bem como os secretários municipais”, disse.  

Queiroz frisou que o artigo sobre a experiência da CGM-JP foi considerado importante para a comunidade científica e, por isso, publicado na revista. “Ao escrever esse artigo, em conjunto com Regina Santos e a Drª. Adriana Vasconcelos, a nossa contribuição foi gerar essa memória aos que fizeram e fazem parte desse grande projeto que é o Controle Interno Municipal de João Pessoa”, completou.  

A professora Drª. Adriana Vasconcelos, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), destacou que a atividade de controle interno tem uma importância fundamental para a sociedade “Foi uma enorme satisfação poder contribuir na elaboração desse relato de experiência junto com Regina Santos e Severino Queiroz, cujas carreiras voltam-se para a melhoria e engrandecimento da atividade de controle interno, a qual tem uma importância fundamental para que a sociedade seja capaz de acompanhar, de forma clara e tempestiva, as ações da administração pública. Nesse sentido, a troca de experiências entre a prática profissional e a academia foi fundamental para poder informar à sociedade, por meio de uma publicação de âmbito internacional, os resultados alcançados pelo trabalho da CGM-JP”, explicou.  

Regina Santos, auditora chefe do Hospital Universitário Júlio Bandeira, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), integrante da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), explicou o processo metodológico utilizado no artigo. “A adoção de metodologia, alinhada ao embasamento teórico e a respectiva práxis, corroboraram com os resultados, qualitativa e criticamente apresentados no relato, além de ratificar o papel da auditoria interna para as políticas públicas no âmbito municipal”, afirmou.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais