Defesa Civil inicia demolição do prédio da antiga Proserv, onde serão construídos apartamentos

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec-JP) iniciou, nesta quinta-feira (14), a demolição do prédio da antiga Proserv, em uma ação conjunta com outras secretarias e órgãos da gestão. A remoção do imóvel, onde serão construídos apartamentos, foi autorizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) após a Compdec-JP constatar o risco de colapso.

Além da Defesa Civil, que coordenou a operação de demolição do imóvel, a ação envolveu as secretarias de Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Social (Sedes), Planejamento (Seplan), Habitação Social (Semhab), Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), Guarda Civil Metropolitana e da Polícia Militar.

No início da operação, equipes do Serviço Especializado de Abordagem Social (Ruartes) da Sedhuc entraram no local onde havia 14 pessoas em situação de vulnerabilidade social. Após o primeiro atendimento, seis delas foram para abrigamento, duas foram para casa de familiares e as outras seis foram encaminhadas para os serviços de saúde, pois apresentavam quadro de tuberculose.

O coordenador da Defesa Civil, Kelson Chaves, destacou que a ação tem o objetivo de proteger e preservar a vida das pessoas que estavam ocupando o imóvel. “A estrutura do prédio está comprometida e há risco de desabamento. Desta forma, seguindo o compromisso do prefeito Cícero Lucena e do vice Leo Bezerra de cuidar das pessoas e da cidade, a Compdec, com apoio de outros órgãos municipais, começa a demolir o prédio, assegurando a integridade da população que transita pela área”, enfatizou.

O coordenador da Defesa Civil ressaltou ainda que todas as pessoas encontradas no prédio foram atendidas pelas equipes da Sedhuc, que fizeram os devidos encaminhamentos, o que comprova o cuidado da gestão para com todos os cidadãos.

O secretário de Segurança Urbana e Cidadania, João Almeida, disse que ação é importante não apenas para o Centro Histórico, mas para a cidade como um todo. “A Prefeitura fez essa intervenção que vai resolver o problema da ocupação irregular no antigo prédio da Proserv, onde as pessoas estavam vivendo de maneira insalubre, onde havia tráfico de drogas e insegurança. Vamos acolher essa população, como é a vontade do prefeito Cícero Lucena. A desocupação contou com a presença das forças de segurança como Guarda e PM, mas tudo aconteceu de forma pacífica”, afirmou.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais