Durante lançamento do novo PAC na Paraíba, Leo Bezerra reafirma união entre governos

O vice-prefeito Leo Bezerra participou, nesta terça-feira (12), do lançamento do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal. Na ocasião, ele afirmou que João Pessoa e a Paraíba estão se desenvolvendo por meio de uma nova forma de fazer política – com diálogo entre os municípios e os governos Estadual e Federal. O evento foi realizado no Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural e apresentou os empreendimentos selecionados pelo PAC, em nove setores, com investimentos de R$ 2,4 bilhões para a Paraíba.

Um desses setores é o de infraestrutura, onde o Governo Federal já autorizou a retomada das obras de adequação da BR-230, no trecho entre Cabedelo e o bairro de Oitizeiro, em João Pessoa, que terá uma terceira faixa e a Prefeitura irá complementar fazendo a interligação entre bairros. No novo PAC, João Pessoa faz parte das Cidades Sustentáveis e Resilientes, com previsão de mais obras como a construção do arco metropolitano, urbanização de favelas, esgotamento sanitário e abastecimento de água, além de estudos para a construção de metrô na cidade e ações na área da Saúde e Educação.

“A Prefeitura de João Pessoa vem trabalhando, ao lado do Governo do Estado, em obras de melhoria da mobilidade urbana, e é isso que nós vamos continuar fazendo, trabalhando de mãos dadas – com o Governo Federal do presidente Lula, o governador João Azevêdo e o prefeito Cícero, nessa nova forma de fazer política. Escutando os prefeitos, escutando os governadores, conversando e dialogando com a população”, destacou Leo Bezerra.

O governador João Azevêdo lembrou que o aporte de obras anunciadas pelo Governo Federal para a Paraíba, dentro do PAC, atende os pleitos do Governo Estadual, reconhecendo a necessidade de cada região ou município contemplado. “A Paraíba apresentou doze projetos e onze foram aprovados. A Paraíba apresentou 2,7 bilhões de pleitos e está recebendo 2,4 bilhões de reais, podendo apresentar mais projetos dentro dos 136 bilhões que estão disponíveis ainda. Então, é uma relação muito mais republicana que esse país vive, entre presidente e governadores”, afirmou o governador.

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, disse que desde o início do ano o Governo Federal vem trabalhando na retomada de obras, com licitação e reativação de contratos com os municípios e estados. Na Paraíba e João Pessoa da mesma forma, com os trabalhos sendo iniciados nos próximos meses. Ele disse que o Governo Federal estará monitorando de perto para evitar possíveis problemas.

“O que nós faremos é o monitoramento muito próximo ao governador, aos prefeitos e as empresas, para evitar problemas como um licenciamento que era para ter saído e não saiu, algum fator surpresa, para que a gente possa ir resolvendo os problemas, ao invés de deixar acumular. Isso se faz com gestão, diálogo permanente e bom monitoramento – é isso que nós vamos buscar para acelerar e garantir essas obras”, afirmou o ministro, que ainda explicou que em todo o Brasil, o novo PAC vai investir cerca de R$ 1,7 trilhão em todos os estados, sendo mais de R$ 1,3 trilhão até 2026 e mais de R$ 300 bilhões nos anos seguintes.

O lançamento do novo PAC trouxe, além do ministro da Casa Civil, Rui Costa, os ministros Camilo Santana (Educação) e Jader Filho (Cidades) e a secretária-executiva da Casa Civil, Miriam Belchior. A solenidade ainda contou com as presenças do vice-presidente do Senado, Veneziano Vital do Rego, a senadora Daniella Ribeiro, o vice-governador Lucas Ribeiro, integrantes da bancada paraibana no Congresso Nacional, além do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais