Grupo de idosos do Residencial Vista Alegre participa de atividades no Parque Arruda Câmara

Grupo de idosos do Residencial Vista Alegre participa de atividades no Parque Arruda Câmara

Levantar a autoestima e melhorar a qualidade de vida. Esses são os objetivos de um trabalho feito pela equipe técnica e social da Secretaria de Habitação Social (Semhab) nos residenciais construídos pela Prefeitura de João Pessoa. Nesta terça-feira (10), por exemplo, um grupo de idosos do Residencial Vista Alegre, no Colinas do Sul, fez uma visita ao Parque Zoobotânico Arruda Câmara. A iniciativa foi realizada em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (Semam).  

Os idosos tiveram a oportunidade de fazer um passeio pelas trilhas ecológicas e depois participaram de uma roda de conversa sobre como ter uma melhor qualidade de vida.  

Em conversa com as idosas, donas de casa que passaram toda a vida cuidando da família, a terapeuta holística e assistente social, Cláudia Gouveia, falou sobre a importância de ter uma vida saudável, fazer exercícios físicos, participar de passeios e manter uma vida social ativa. “Muitas vezes a pessoa acaba se isolando e entrando num processo de depressão, o que não é bom pra saúde. Através dos grupos de trabalho, essas mulheres passam a ter uma qualidade de vida melhor, ficando com o organismo mais resistente as enfermidades”, afirmou.            

Mudança de vida – A dona de casa Joelma Mota de Oliveira fez parte do grupo e disse que a vida dela mudou para melhor depois que foi morar no Residencial Vista Alegre, principalmente porque passou a participar das atividades promovidas pela equipe técnica da Secretaria de Habitação. “Eu vivia dentro de casa sem ter muita disposição, mas hoje participo das atividades físicas, dos passeios e agora tenho uma qualidade de vida melhor. As dores pelo corpo diminuíram, já não me sinto tão cansada como antigamente”, revelou.             

Outra dona de casa que também teve mudança na qualidade de vida foi dona Helena Hercília Rodrigues, afirmando que tem sido muito gratificante participar das atividades promovidas dentro e fora do residencial. “Adorei a visita à Bica. Lembrou que quando morava no Bairro das Indústrias, vivia dentro de casa e estava caminhando para uma depressão. Mas depois que foi morar no Residencial Vista Alegre, tudo mudou e hoje tenho mais saúde e disposição. Quero agradecer a equipe da Semhab e ao prefeito Cícero Lucena que me deram um lugar para morar que mudou minha vida para melhor”, comemora a idosa.  

Programa pós-ocupacional – A secretária de Habitação Social, Socorro Gadelha, ressaltou que a equipe técnica e social da Semhab, formada por assistentes sociais, psicólogos e professores de educação física, faz o acompanhamento dos moradores dentro do programa pós-ocupacional. “Fazemos um trabalho com os jovens, temos grupos de mulheres e de idosos e, por isso, nós oferecemos um leque de oportunidades  para eles, com atividades físicas nos residenciais, por exemplo. No trabalho de hoje, na Bica, foi mais uma atividade com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e levantar a autoestima dessas pessoas”, comentou.  

Educador ambiental – A visita ao Parque foi acompanhada pelo educador ambiental Igor Brito, da Semam, que repassou informações sobre a história da Bica e a importância de preservação daquele ecossistema para a cidade. “Recebemos diariamente muitos visitantes, mas receber um grupo de idosos é diferente, principalmente quando essas pessoas nasceram e cresceram na cidade e já conhecem a Bica da época da infância e juventude. Os passeios acabam se transformando numa viagem no tempo, o que é gratificante também para nós como profissionais”, afirmou.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais