João comenta pedido desculpas do prefeito de Cabedelo após atrito eleitoral: “Deus que perdoa”

O governador João Azevêdo (PSB) negou, nesta terça-feira (5), que haja uma articulação de seu grupo político para assumir o comando do PDT na Paraíba. No entanto, ele abre a possibilidade, caso venha a ser procurado pela direção da legenda.

“Não estamos fazendo nenhum tipo de movimento nessa direção. Se formos procurados pela direção do PDT, vamos sentar para conversar, mas não estamos fazendo esse movimento”, afirmou João.

João ainda comentou o pedido público de desculpas feito pelo prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo, após desavenças nas últimas eleições. O governador disse que não é ele quem perdoa, mas Deus.

“Quem sou eu para perdoar, isso é coisa de Deus, Deus que perdoa”, declarou.

Fonte: WSCOM

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais