Marcus Alves participa de Expofavela e foca na Lei Paulo Gustavo

Com foco na Lei Paulo Gustavo (LPG), o diretor-executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Marcus Alves, participou, neste sábado (23), da Expofavela Innovation Paraíba, evento nacional que acontece pela primeira vez na Paraíba, e segue até este domingo (24), no Espaço Cultural.

Ele discutiu a política geral de cultura da Fundação, mostrou o trabalho cotidiano de fazer as ações, os eventos; falou dos editais, uma linha já consolidada. O diretor mostrou o momento especial que a cultura de João Pessoa vive e também que a própria política de cultura vive a partir da recriação do Ministério da Cultura.

Durante sua participação, Marcus Alves discutiu a Lei Paulo Gustavo, a Lei Aldir Blanc e, principalmente, focou na necessidade de os artistas e as comunidades de artistas, especialmente as periféricas, formularem os seus projetos. “Essa formulação é na perspectiva da formação, da educação, da qualificação dos seus equipamentos, da montagem de equipes para que possamos aproveitar esse momento especial que a cultura vive e consolidar, para deixar marcas a partir dos editais”, comentou.

E acrescentou: “Nós, da Funjope, e a Prefeitura temos uma parceria com a Central Única de Favelas (Cufa), na Paraíba, com quem temos realizado diversas ações com o Escritório de Ideias levando os editais da Fundação para as comunidades e periferias da cidade, também pintando momentos e equipamentos públicos como a escadaria do Beco da Malagrida e Galeria Augusto dos Anjos”, ressaltou.

Além do diretor, o assessor técnico da Funjope, Sandoval Nóbrega, participou do evento fazendo um relato detalhado de como se inscrever na Lei Paulo Gustavo na plataforma JP Cultura recriada pela Funjope.

Programação – Na programação deste sábado, aconteceu o Papo Reto – Desafios do Pensar Inovação e Tecnologia como Instrumento de Inclusão Social com os painelistas Cláudio Furtado, secretário executivo da Ciência e Tecnologia da Paraíba (Secties); a advogada Juliana Nóbrega, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Marcelo Camargo, presidente da Finep.

Aconteceu ainda a mesa redonda ‘Quebrando as Barreiras’, com os painelistas Ricardo Dantas, da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), Wallace Albuquerque, da Secties; Sandoval Nóbrega, da Funjope; Pedro Santos, secretário de Cultura da Paraíba.

Também aconteceu a oficina ‘Como abrir uma empresa?’, com Pierre Fragoso Dornelas, Fernanda dos Santos Tagliat e Antônio Targino Júnior, da Junta Comercial da Paraíba (Jucep).

O evento – A Expofavela Innovation é a maior feira de inovação e empreendedorismo que conecta os trabalhos de startups e empreendedores de favelas com empresários do asfalto. O evento conta com palestras, workshops, exposições, rodadas de negócios, pitches de startups, mentorias, debates, cursos, shows, filmes, desfiles e muitas outras iniciativas criadas por moradores das favelas do estado.

A iniciativa é uma feira de negócios, cujos expositores são empreendedores e startups da favela. O objetivo é dar visibilidade para estas iniciativas e, assim, promover um palco para um encontro com investidores que possam acelerar estes empreendimentos e gerar negócios, a partir das oportunidades que estão nascendo nos eventos.

A ideia da Expofavela é mostrar o poder das iniciativas que surgem nas favelas e buscam parceria de investidores do asfalto. Além da competição, o evento envolve camelódromo, shows, palestras e outras atividades.

A Expo paraibana é aberta ao público. Foram selecionadas para a Feira 50 iniciativas empreendedoras, que apresentarão suas iniciativas. As 10 melhores ideias seguem para a etapa nacional, que acontece em São Paulo, com passagens e hospedagens pagas pela Expo PB.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais