Na Barra da Tijuca, manifestantes de direita estão de plantão para impedir a prisão de Jair Bolsonaro.

Bolsonaro foi apontado como ladrão de joias e mandante de um golpe de Estado por Mauro Cid e Walter Delgatti.

A prisão de Bolsonaro, que é um extremista de direita, é amplamente esperada desde que ele tentou minar a democracia no Brasil em 8 de janeiro. Seus apoiadores estão indo às ruas para tentar impedir que ele seja levado embora.
Em 8 de janeiro, Delgatti nomeou Jair Bolsonaro como um dos organizadores da tentativa de golpe de Estado. Ele estava acompanhado da deputada Carla Zambelli. Ainda naquele dia, a Veja noticiou que Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, que o apontou como chefe da quadrilha de venda de joias. Depois que foi revelado que Michelle Bolsonaro também fazia parte do grupo, Alexandre de Moraes, ministro da Fazenda, determinou que o sigilo fiscal e bancário deve ser quebrado.

Extremistas defendem Bolsonaro (Foto: Reprodução Twitter)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais