Piquenique Inclusivo leva tema ‘No Pique da Inclusão’ para Lagoa neste domingo

Piquenique Inclusivo leva tema ‘No Pique da Inclusão’ para Lagoa neste domingo

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e a Associação Paraibana de Autismo (APA) realizam, neste domingo (22), a segunda edição do Piquenique Inclusivo com o tema ‘No Pique da Inclusão’. O evento integra as ações do projeto Somos Capazes e é voltado para crianças autistas e T21, mas aberto a todas as que quiserem participar. A programação será realizada no Parque Solon de Lucena, a partir das 15h, e as atividades são gratuitas.

“É uma felicidade para a equipe da Funjope poder realizar, mais uma vez, uma ação como o Piquenique Inclusivo. Nós temos o projeto Tardezinha Inclusiva que completa dois anos e acontece no Centro Cultural de Mangabeira e, em 2023, inovamos, trazendo a experiência do Piquenique Inclusivo que foi muito aprovado pelas mães e, principalmente, pelas crianças”, declarou o direto executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele afirmou que todos que fazem a Funjope estão muito contentes com o crescimento da ação. “Sobretudo, porque é um projeto de inclusão social pela arte que conta com o estímulo do prefeito Cícero Lucena, da primeira-dama Lauremília Lucena, e que só traz conforto aos nossos corações porque sabemos efetivamente que as ações sociais desenvolvidas pelo governo municipal estão tendo essa bela repercussão, e a Funjope participa desse processo”.

Hosana Carneiro, presidente da Associação Paraibana de Autismo (APA) também comemora. “Esta é uma ação muito importante porque nela a criança e o adulto autistas vão aprender num ambiente natural, convivendo com muitas situações e sensações junto à natureza, a várias famílias. O piquenique sempre remete a encontro e desde a infância vemos como uma confraternização. Então, esse momento será uma confraternização alusiva ao Dia da Criança”, afirmou.

Ela considera o trabalho de muita importância. “Acredito que esta é a primeira gestão a fazer um piquenique inclusivo para pessoas especiais. Nós já fizemos na Bica, que foi um sucesso. As famílias amaram e se divertiram muito. Desejo que este seja mais um momento de interação e de confraternização da nossa Tardezinha Inclusiva. Espero que todos possam aproveitar esse momento junto conosco”, acrescentou.

Para Nik Fernandes, uma das organizadoras do evento, a missão é promover a inclusão social com a arte e com a cultura, fazendo com que as famílias tenham lazer e acolhimento. “Temos ainda como objetivo sensibilizar a sociedade que ainda se assusta ao deparar com pessoas que têm necessidades especiais, mostrar que é possível passear, fazer piquenique, ter momentos de lazer com elas normalmente”.

Mãe de autista, Nik lembra que muita gente com filhos autistas não sai de casa por não saber lidar com os olhares da sociedade. Para ela, é necessário fazer com que a pessoa com deficiência ocupe espaços públicos e lembra que o piquenique é um momento de compartilhar amor e empatia. “É muito importante a população saber que existem em nossa sociedade projetos bons como esse para as pessoas com necessidades especiais. Incluir a pessoa com deficiência e facilitar o acesso dela nos espaços públicos é nossa obrigação”, acrescentou.

Programação – Para divertir a criançada, foram escalados a Turma Tá Blz com Nik Fernandes e Jhony Fernandes, os palhaços Kika e Baba Baby, o mágico Smith. Tem ainda a decoração da Cabana Bakana, recreação e oficina de maquiagem artística com a Tia Pri, os personagens Pocoyo, Ursinho Puff e Sonic, brinquedos infláveis, Feirinha Inclusiva e muito mais.

Para tornar esse momento ainda mais divertido, o evento vai contar com aula de zumba, atendimento da equipe da Escola Técnica de Enfermagem, jogos de tabuleiro, além das oficinas de cosplay, artes, bolas de sabão, gesso e pintura artística.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais