Prefeitura de João Pessoa produziu mais de 36.500 mudas de árvores nativas nos últimos anos

Prefeitura de João Pessoa produziu mais de 36.500 mudas de árvores nativas nos últimos anos

A Prefeitura de João Pessoa produziu 36.515 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica nos últimos três anos e quatro meses. As mudas são produzidas por técnicos da Divisão de Arborização e Reflorestamento (Divar) da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) no Viveiro Florestal, onde são preparadas para serem utilizadas no plantio urbano, na recuperação de áreas degradadas e também na distribuição com a população.  

De acordo com levantamento da Semam, foram produzidas 7.320 mudas em 2021, 10.650 mudas em 2022, 14.680 mudas em 2023 e 3.865 mudas até março de 2024. Para o secretário de Meio Ambiente, Welisson Silveira, o trabalho dos técnicos da Divar é imprescindível para a preservação e recuperação do patrimônio ambiental de João Pessoa.  

“Quando as pessoas pensam na Semam logo vem à cabeça a imagem das nossas áreas verdes. E é uma referência que faz todo sentido. A produção de mudas de árvores e o plantio são ações consideradas de extrema importância para a Semam. Trabalhamos todos os dias para que a cidade se mantenha com suas árvores saudáveis e fazemos questão de manter a produção de mudas com volume suficiente para atender a todas as demandas”, ressaltou o gestor.  

Desde 2021, a Semam realizou o plantio de 55.782 mudas de árvores nativas, sendo 12.640 em 2021, 15.420 em 2022, 23.862 em 2023 e 3.860 até abril de 2024.  

Distribuição de mudas – O plantio e a distribuição de mudas de árvores nativas são ações permanentes desenvolvidas pela Semam. As mudas são entregues em eventos públicos, em atividades do calendário ambiental, ações educativas em escolas e diversas outras atividades.   

No Viveiro Florestal são produzidas as mudas utilizadas no plantio urbano, em áreas públicas, como canteiros de ruas e avenidas, praças e parques, escolas públicas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), além dos condomínios habitacionais construídos pela Prefeitura. As árvores também são utilizadas na recuperação de áreas degradadas.  

A produção de mudas é feita a partir de sementes selecionadas pelos viveiristas. A coleta das sementes é realizada em árvores consideradas matrizes, em várias cidades da Paraíba. As sementes são coletadas, selecionadas e beneficiadas, até se transformarem em mudas.  

Condições fitossanitárias – Os técnicos da Divar também atuam no acompanhamento das condições fitossanitárias das árvores urbanas. Desde 2021 vem sendo feitos tratamentos fitossanitários em mil árvores, com ultrassom com penetrografia em seiscentas árvores com idade superior a 80 anos, as chamadas árvores centenárias. Os técnicos realizaram ainda estudos e diagnósticos em 88.470 árvores urbanas plantadas em calçadas, canteiros, praças, parques urbanos e escolas públicas e privadas.  

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais