Prefeitura de João Pessoa representa municípios brasileiros em planejamento nacional do artesanato

A Prefeitura de João Pessoa participou da Oficina de Planejamento Estratégico do Artesanato Brasileiro, que aconteceu ao longo da semana, em Brasília. A capital paraibana foi a única representante municipal em meio a entes que compõem o ecossistema do setor, como governos federal e estaduais, profissionais, universidades e Sebrae. O encontro teve como objetivo debater e planejar ações de desenvolvimento e valorização cultural e econômica do artesanato brasileiro para os próximos quatro anos.

A oficina teve início na última quarta-feira (20) e se estendeu até essa sexta (22). A iniciativa integra uma série de debates promovidos pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa e Empreendedorismo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), que visam discutir as diretrizes da nova política do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB).

Entre os temas debatidos no encontro, estiveram a produção, comercialização e ampliação de mercados; o acesso a crédito; os desafios intergeracionais; a qualificação e capacitação de artesãos; e o associativismo e cooperativismo para o setor do artesanato. A partir dessas discussões, a oficina pôde identificar gargalos que afetam o segmento artesanal, e estruturar propostas para o aperfeiçoamento das políticas públicas destinadas ao desenvolvimento do setor.

João Pessoa é a única do segmento do artesanato a compor a Rede Mundial de Cidades Criativas da Unesco. Por essa razão, foi convidada para participar da oficina, que contou com cerca de 80 atores do setor. A secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da capital paraibana, Vaulene Rodrigues, e o coordenador de Projetos Especiais da pasta, Eduardo Barroso, estiveram representando a Prefeitura no evento.

“Pudemos levar nossas sugestões, intervenções e olhar de quem executa políticas de fomento ao artesanato e às manualidades. Aproveito para agradecer ao ministério pela sensibilidade em convidar a nossa cidade como única do país frente a tantos agentes nacionais do setor. É motivo de orgulho para nossa gestão, por meio do programa Eu Posso Criar, partilhar todas as nossas experiências para todo o país”, destacou.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais