Prefeitura reúne profissionais da rede de proteção social básica em palestra alusiva ao Mês da Primeira Infância

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), promoveu, nesta quinta-feira (31), uma palestra para comemorar o Mês da Primeira Infância, celebrado em agosto. O evento, que reuniu profissionais da rede de proteção social básica que atuam no programa Criança Feliz, aconteceu no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

Com o tema ‘Contação de Histórias’, a palestra foi conduzida pela professora Vanessa Lira, mestra em educação, que usou do momento para fortalecer o trabalho realizado pelas equipes que acompanham o desenvolvimento das crianças por meio do brincar. “Este é um momento para dialogar, para trocar experiências e fazer algumas reflexões sobre porquê, para que, e quem somos nós nessa contação de histórias”, destacou.

O secretário de Direitos Humanos e Cidadania, João Corujinha, participou da abertura do evento junto a coordenadora da Proteção Social Básica, Andrielly Menezes; a coordenadora do Programa Criança Feliz, Maria da Conceição Andrade; e a representante da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Maria Sonale.

Atuação do Programa – O Criança Feliz acompanha, por meio de visitas semanais ou quinzenais, às necessidades de crianças na primeira infância, que compreende de zero a três anos de idade, gestantes inseridas no CadÚnico e crianças com deficiência, de zero aos seis anos de idade, inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O desenvolvimento integral dessas crianças acontece através do brincar, trabalhando aspectos como coordenação motora, comunicação e linguagem, cognição, interação e fortalecimento de laços parentais. O programa é ancorado na metodologia de Cuidados para o Desenvolvimento da Criança (CDC) e no Guia de Visita Domiciliar (GVD).

Uma das mães assistidas pelo programa participou da palestra e compartilhou um pouco sobre a sua experiência. “Eu tenho duas filhas, uma de 1 ano e 5 meses, e a outra tem 5 meses, e foi na primeira gestação que eu conheci o programa Criança Feliz. É muito interessante porque as visitadoras trazem atividades e brincadeiras que a gente não pensa em fazer. O que ajuda tanto no desenvolvimento da criança, quanto na nossa relação”, compartilhou Joelma Barbosa.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais