Rafhael Soares e grupo ‘Já Te Digo’ levam samba-choro para o Sabadinho Bom

O Sabadinho Bom deste final de semana vai ter muito chorinho e samba-choro na Praça Rio Branco, Centro da capital, com o músico Rafhael Soares e o grupo ‘Já Te Digo’. O evento, que está consolidado no calendário cultural da cidade, é realizado pela Fundação Cultural da Prefeitura de João Pessoa (Funjope), começa ao meio-dia e é gratuito.

“Nós temos a certeza de que o Sabadinho Bom é uma ação cultural de extrema importância para a cidade de João Pessoa, para o nosso Centro Histórico e que consegue, inclusive, deixar marcas e influenciar outros lugares. Já somos uma referência nesse tipo de evento que envolve chorinho e samba por outras cidades e isso é muito bom”, declara o diretor-executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele ressalta que o mercado musical ganha uma dinâmica com o estímulo dado pela Prefeitura e pela Funjope toda semana. “E também, ali no território em torno da Praça Rio Branco, nós conseguimos movimentar uma microeconomia beneficiando bares, restaurantes, cafés, os negócios ali no Centro Histórico”, acrescenta.

O músico Rafhael Soares concorda. “Avalio esta iniciativa como sendo importante para o movimento do mercado musical dentro e fora de João Pessoa, fomentando a cultura de se tocar o choro na nossa Capital e dando um espaço que pouco se tem para este tipo de apresentação”, comenta.

Ele adianta que o repertório está preenchido por choros tradicionais, dando ênfase aos chamados ‘sambas-choro’, subgênero dançante e contagiante. Na lista, Receita de Samba, de Jacob do Bandolim; Chorinho de Gafieira, de Astor Silva; Carioquinha, de Waldir Azevedo; Carinhoso, de Pixinguinha, entre outros.

Para acompanhar Rafhael Soares, foram escalados os músicos Laídia Evangelista, no bandolim; Lucas Wanderley, no cavaquinho; Guilherme Vieira, no violão 7 cordas; Flávio Medeiros e Geimison Bronzeado, na percussão; e Rafhael Soares, no eufônio.

“Estou confiante de que nossa performance será um misto de sentimentos, trazendo belíssimas interpretações, arranjos com solos e duetos que agarram a atenção do público. Sem falar da presença do eufônio choro, que abrilhantará ainda mais a nossa apresentação. Estamos empolgados”, afirma o músico.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais