Ricardo Barbosa chama Vitor Hugo de mentiroso e diz que fala foi preconceituosa contra a população de Cabedelo

Com motivações políticas aparentes, oriundas de oposição ao governo do estado, o atual prefeito Vitor Hugo (União Brasil) direcionou críticas infundadas não só à segurança pública estadual, mas igualmente aos cidadãos cabedelenses.

O gestor, por meio de declarações depreciativas, justificando assim o cancelamento do tradicional desfile cívico 7 de setembro sob a base infundada da insegurança.

Condenando veementemente tais palavras, Ricardo Barbosa (PSB), presidente da Companhia Docas e morador da cidade, demonstra repulsa pelas declarações do atual administrador.

“Os cidadãos cabedelenses foram hoje tomados de surpresa por pronunciamentos falsos feitos pelo prefeito. Ele afirmou publicamente que estava suspendendo o desfile cívico do dia 7 de setembro devido à insegurança e supostos acordos com a polícia Militar. Rejeito fortemente tais declarações indignas, irresponsáveis e inverídicas” argumentou Barbosa.

Ricardo Barbosa ainda reforça que não houve qualquer acordo com a Polícia Militar, comandado pela Major Viviane Vieira, comandante do batalhão local. Ele menciona um ofício encaminhado no dia 21 informando estar à disposição para definição da estratégia policial durante o desfile. Contudo, resposta alguma foi fornecida pelo prefeito.

“Estranhamente, testemunhamos um prefeito inflamando contra seu próprio povo, seus conterrâneos, como aconteceu hoje, quando públicos ataques injustificados foram direcionados à cidade de Cabedelo Estendemos nosso respeito e solidariedade aos honrados e dedicados cidadãos de Cabedelo”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais