Secitec recebe doação de resíduos eletrônicos de empresa para projeto Recicla JP

A Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec) da Prefeitura de João Pessoa recebeu, nesta quinta-feira (24), da empresa Dock Tecnologia da Informação aproximadamente 400 equipamentos eletrônicos entre impressoras, gabinetes de computadores, mouses, teclados, cabos de Hdmi, monitores, switch, firewall, roteadores e outros.

O material será destinado ao projeto Recicla JP, desenvolvido pela Secitec com o objetivo de conscientizar e promover a destinação adequada de resíduos eletrônicos, em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelecida pela Lei nº 12.305. Os materiais serão enviados para o Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) para serem consertados e preparados para reutilização. Todos os aparelhos recebem um selo chamado ‘reUSE’ ao final do processo.

O coordenador de Suporte Técnico da Secitec, Sidcley Albuquerque, comentou que os equipamentos irão para triagem. “O material que pode ser aproveitado na Secitec é mantido. Nós fazemos uma seleção do material e o que pode ser reaproveitado é utilizado em projetos sociais, ações de inclusão digital e doações para entidades, de acordo com a programação que a Secitec tem ao longo do ano”, explicou.

Caso não seja possível recondicionar os dispositivos, eles podem ser utilizados em projetos como Arte e Educação da própria Secitec, que é desenvolvido em parceria com escolas municipais, com o intuito de criar obras de arte a partir desses resíduos. Outro programa é o ‘Campeonarte’, que ocorre anualmente durante a Semana de Ciência e Tecnologia, promovida pela secretaria.

Se os resíduos não forem adequados para nenhum dos casos, eles são encaminhados para a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), que envia as peças para empresas certificadas com o selo verde. “Primeiro, a Emlur verifica se alguma das peças serve para ela. Caso não sirvam, são enviadas para uma empresa certificada com o selo verde, que é uma autorização de descarte fornecida pelo Governo Federal, com o objetivo de garantir a destinação adequada para o resíduo recebido”, esclareceu Sidcley Albuquerque.

A Secitec atua como intermediária entre a instituição doadora, a qual pode ser um órgão municipal, empresa ou pessoa física, e o destino dos resíduos. Nesse caso, a iniciativa de entregar os resíduos partiu da própria empresa Dock.

As empresas removem os materiais pesados dos aparelhos eletrônicos e os utilizam na fabricação de outros produtos. Os novos materiais criados retornam para os consumidores, mantendo uma economia rotativa, a qual tem como principal preocupação o não descarte desses resíduos na natureza.

A especialista em WorkPlace da instituição de pagamentos Dock, antiga Dockcondutor, Diana Melo, comentou que “há algum tempo vinha sem saber o que fazer com o material e a ideia da doação surgiu de conversas com colegas de profissão e de startups que já trabalhavam com reciclagem”, disse. Inicialmente foi realizado um levantamento do material disponível e em seguida encaminhado para os setores da secretaria.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais