Secretaria de Saúde promove manhã de práticas integrativas para servidoras da sede

Secretaria de Saúde promove manhã de práticas integrativas para servidoras da sede

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou nesta sexta-feira (6) uma manhã de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) para as servidoras que trabalham na sede administrativa do órgão. A ação faz parte da programação da SMS em alusão ao Outubro Rosa, para reforçar o cuidado com a saúde da mulher.

Secretaria de Saúde promove manhã de práticas integrativas para servidoras da sede

“Para encerrar a semana proporcionamos um momento de relaxamento e cuidado para nossas servidoras, uma alusão ao Outubro Rosa e para reforçar a importância do cuidado no dia-a-dia, além de ser um momento diferente pra fechar a semana das nossas mulheres”, comenta a diretora de atenção à saúde, Alline Grisi.

Durante a atividade, as mulheres tiveram acesso à auricoloterapia, ventosa, massagem quick, massagem relaxante, orientação nutricional, biodança e vacinação.

“Eu achei maravilhoso, principalmente pra gente que é profissional da saúde, a gente precisa tirar um pouquinho a carga que acumulamos. Eu, particularmente, acumulo muito, então isso é maravilhoso, ter esse momento de cuidado, para dar uma relaxada”, comenta a servidora do setor de Regulação da SMS, Rebecca Lígia.

Ações – Ao longo do mês, as Unidades de Saúde da Família e Policlínicas Municipais estarão realizando ações que envolvem a realização de exames, inserção de DIU, coleta de citológico, encaminhamento para a mamografia, palestras, rodas de conversa, testes rápidos, atualização da caderneta de vacinação e práticas integrativas.

Neste mês de outubro, no Instituto Cândida Vargas (ICV) e no Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI) as consultas com mastologistas estão acontecendo por livre demanda, ou seja, basta que a mulher compareça ao ambulatório de uma dessas unidades hospitalares, de segunda a sexta-feira, no turno da manhã, a partir das 7h. Para o atendimento é necessário portar documento de identidade com foto, cartão SUS e comprovante de residência. Também é orientado que a mulher leve para a consulta o exame já realizado.

Para ter acesso à mamografia, a mulher, a partir de 40 anos, deve passar pela Unidade de Saúde da Família (USF) onde receberá o encaminhamento para o exame, que poderá ser realizado indo diretamente aos seguintes serviços: Centro Especializado no Diagnóstico do Câncer (CEDC), Hospital São Vicente, Hospital Laureano ou Hospital Universitário (HU).

No sábado, 21 de outubro, no Cândida Vargas e no Hospital Santa Isabel, será realizado um mutirão de histeroscopia diagnóstica para identificar miomas e pólipos.

Outubro Rosa – É um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, criado no início da década de 1990. A data, celebrada anualmente, tem o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

No Brasil, em 2018, a Lei nº 13.733 instituiu o Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama, o Outubro Rosa. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é a primeira causa de morte por câncer, na população feminina.

últimas notícias

Categorias

Redes Sociais